Depoimentos Depressão

Orkut fechou as portas!

Mas talvez te interesse participar de um
grupo via moderno aplicativo de mensagens

O conteúdo dos links mais abaixo não está mais acessível!

Alienígenas
"Nesse domingo fui ao Ibirapuera, para um encontro entre os membros de uma comu. O encontro em sí foi muito bom, nos conhecemos, passeamos pelo parque.... Há mais de 4 anos que eu não saia com um grupo de pessoas para me divertir, época em que minha depressão piorou e me afastei dos poucos amigos que tinha, me isolando cada vez mais. Como disse, o encontro foi bom, mas... também me fez sentir deslocado, não por causa das pessoas que conheci, mas em minha mente mesmo, como se eu não conseguisse mais fazer parte da sociedade como ela é, do mundo, como se eu não conseguisse mais me relacionar com as pessoas, como se não houvesse mais próposito em nada, como se não houvesse mais sentido em nada..."

"Me sinto muito mal quando preciso sair pra resolver algo...ou ir em médicos...tenho todos os sintomas de fobia social que me aprisionam e impedem de me sentir bem perto de pessoas, em lugares públicos... me sinto completamente deslocada, zonza... não consigo me comunicar normalmente com as pessoas...nunca tenho assunto e por isso morro de medo de encontrar alguém e puxarem papo comigo... sempre tenho a sensação de estar agindo feito idiota... principalmente perto dos outros... minha vida se tornou um pesadelo."

"Faz uns três anos que cometi suicídio social, sumindo, evitando todo mundo, às vezes até sendo babaca, quando preciso. Sair de casa pra qualquer coisa que não seja obrigação se tornou um esforço hercúleo que raramente encaro. No começo, toda semana apareciam várias coisas pra fazer e, por escolha, preferia não ir. Recusava qualquer convite. Hoje eles já quase não aparecem, afinal, não sou mais uma companhia agradável. Não tenho mais habilidade, não sei mais conversar, qualquer coisa em que preciso falar com alguém, fico tenso e rezando pra acabar logo. Fico vários segundos pensando no que responder, não deixo fluir. Suspiro de alívio quando a conversa acaba. Evito lugares com pessoas, nem precisa estar cheio. Sempre achei que, quando (ou se) quisesse acabar com esse exílio, a volta seria natural e tranquila. Já vi que pensei errado."

"Hoje fui ao shopping caminhar. Não por prazer, mas simplesmente porque não tinha nada de melhor pra fazer, e eu tenho estado completamente sozinho. Andando no meio daquele shopping lotado me senti tão deslocado, tão "alienígena"... Então, peguei o celular enquanto caminhava pelos corredores e simplesmente comecei a fingir que estava conversando muito alegre com minha namorada, conversando sobre cinema, sobre que horas ela viria, que filme que iríamos assistir e coisa e tal. Achei que talvez assim me sentisse menos estranho, mais igual a todo mundo. Sei que foi um ato ridículo ficar lá fingindo que eu estava falando todo feliz, mas sei lá!... Seria muito legal se pelo menos fosse verdade..."

Invisíveis
"Há uns 6 anos, descobri que pessoas que eu julgava meus melhores amigos me sacaneavam intencionalmente sem que eu me desse conta disso. Desde então, virei uma louca. Tive TAG, crises de pânico, depressão. Percebi que o mundo era uma bosta e que eu não queria viver nele. Quando melhorei um pouco, descobri que os outros tinham apreciado a minha saída do universo deles. Ninguém fez questão de me acolher. Eu dizia "me liguem se forem sair, vou estar por aqui esse fds" - ninguém ligava, e segunda-feira eu ouvia altas conversas sobre o barzinho do sábado. Desencanei de todos."

"Minha vida é de casa para o trabalho e do trabalho para casa; o meu trabalho é a unica coisa que me resta: esses dias eu fiquei observando; o pessoal começou a organizar uma festa, todo mundo animado, planejando como chegar no local, quem iria ficar com quem, enfim coisas de festa; porem ninguém nem me chamou, não se deram ao trabalho nem de me convidar... com certeza eu não iria, mas nem me convidar por educação me convidaram; me senti invisível."

Emprego
"Eu odeio emprego com todas as minhas forças! Aturar baboseiras de empresas sobre metas e desempenho. Conviver com 'colegas' falsos, chefes exploradores"..."Perder o dia inteiro trancada num lugar que eu não queria estar, fazendo coisas idiotas e repetitivas. E ver que isso tudo não vale quase nada"...

"Sempre procuro empregos que não exijam responsabilidades, cobranças e pressão, e que também não precise pensar muito. Eu gosto de vida mansa."
Veja aqui

O que eu era
Não consigo parar de pensar 1 minuto sequer no meu futuro... tenho muito medo de nunca melhorar... diferente de muitos aqui, minha depressão é bem grave... tenho sintomas que me impedem de viver... e a sensação de que meu cérebro esta anestesiado, deteriorado... sinto muita dificuldade pra prestar atenção nas coisas... o que mais me apavora é uma enorme dificuldade pra assimilar o que ouço... é muito dificil até pra entender diálogos tanto na TV como quando alguém fala comigo... não tenho mais criatividade, não tenho mais inteligência... e o pior de tudo é não saber que problema é esse..."

"Sempre me considerei uma pessoa inteligente, boas notas, boa memória, talento pra muitas coisas... mas desde que eu cai nesse buraco, tenho tido dificuldade pra aprender; às vezes preciso reler muito pra entender uma frase... minha memória já não é tão boa, não consigo mais me dedicar às coisas que eu gosto; sempre que começo algo, por mais que eu goste, acabo largando... tenho medo de que isso só continue a piorar e que eu jamais volte a ser o que eu era..."

"Meu cérebro pifou. Seu eu fosse inteligente, minha depressão acabaria. Todos os meus problemas estão relacionados à minha dificuldade extrema de concentração. Em tudo. O raciocínio muito lento me deixa lesada e incapaz de aprender coisas novas, de ter criatividade, até mesmo para elaborar assuntos em uma simples conversa com outra pessoa... estou assim desde o começo do ano e ja tive épocas que fui outra pessoa, e era inteligente..."
Veja aqui

Bullyng 
"Se tem uma coisa que eu sempre odiei desde criança é ser vítima de bullyng ou que seja lá quem for tirasse sarro da minha cara. Deus, como é horrível. Acabei de voltar do centro da cidade, onde fui caminhar um pouco, pois o dia está gostoso. Acordei bem hoje, sem pensamentos ruins, sem depressão. Tudo estava indo muito bem..."

Envelhecer
"Gente, estive pensando aqui. Tenho 20 anos, faço faculdade, minhas amigas estão todas namorando, se divertindo... e eu em casa. Tenho 4 provas na semana que vem e não consigo estudar, porque nada faz sentido. Hoje comecei a pensar em como vai ser minha vida e me desesperei."

"Se não morrermos antes, ficaremos velhos e morreremos. A velhice nos rouba a saúde, a beleza, o respeito; os parentes morrem, os jovens desprezam os velhos; a memória fica fraca. Seu rosto muda, perde-se a identidade, aposenta-se, fica-se broxa... E depois disso ainda morre e não se sabe se na hora da morte vai sofrer muito ou não. Vale a pena ver os dias correrem pra chegar nisso? Alguém tem uma visão positiva disso tudo?"

"Ao observar os velhos vejo sua dor de viver com o corpo se decompondo em vida. Vejo sua fraqueza, suas humilhações perante a sociedade, sua dignidade se esvaindo. Vejo os jovens, muitos cheios de energia, muitos morrendo porque nem sabem como focalizar sua fome de vida. Muitos se drogam, bebem, caem em aventuras fatais. Estão na busca do prazer desmedido sem se preocupar com o amanhã, vivendo intensamente. Sim, são generalizações, mas a maioria dos velhos e jovens se encaixam nessa descrição. De acordo com isso tudo fico na dúvida se é melhor morrer jovem numa inconseqüência ou morrer velho? Morrer jovem, feliz ou velho menos feliz (ou infeliz)?
E não esquecendo que morrer é uma certeza, de qualquer jeito."

Sentido
"Queria entender porque se nasce pra sofrer, pra viver essa mediocridade que a vida tem pra oferecer, pra sentir insatisfação o tempo todo. Sinceramente nunca encontrei propósito e acredito que não vou encontrar; a sensação de vazio é mais presente que nunca e, bom, no vazio não existe nada... porque tenho que viver, porque tenho que existir? É injusto passar por isso tudo, se não tenho merecimento, se não dou valor... tanta pressão, tanta cobrança, tanto desamor... e eu devia ter tido escolha."

"Eu sou um cara cansado de correr na direção contrária, sem pódio de chegada ou beijo de namorada. Eu sou mais um cara."

"Nascer, engordar, reproduzir e morrer."

"Nascer, crescer, reproduzir, cuidar da prole, ganhar dinheiro, lutar contra a morte, envelhecer e morrer."

"Pra quê? Pra quê? Pra quê?"
Veja aqui

Beleza
"Pesquisadores descobriram que estudantes bonitos ganham mais notas boas do que estudantes de aparência mediana. Pacientes atrantes ganham mais atenção e cuidado de médicos. Estudos mostraram ainda que criminosos convictos, bonitos, ganham penas mais leves do que criminosos com aparência inferior. Quanto de dinheiro uma pessoa ganha, também e afetado por sua beleza. Um estudo mostrou que pessoas com atratividade física inferior ganham entre 5% e 10% menos que pessoas com aparência mediana, que por sua vez recebem 3% a 8% menos que pessoas consideradas bonitas."

"Tudo vai dar certo"
"Tem aqueles que são otimistas ao extremo. Esses são os piores! Quando converso com um deles tenho vontade de entrar no computador e arrancar-lhe os dois olhos! Acho que tudo em excesso é chato, principalmente alegria!"

"Uma das questões mais interessantes da psicologia das últimas décadas é a seguinte: em que medida o sofrimento psíquico de um sujeito deve ser relacionado com um defeito de sua percepção e de seu entendimento do mundo? Obviamente, a pergunta é relevante só quando o sofrimento é uma condição severa e duradoura. Tomemos, por exemplo, a depressão, um estado patológico que, em princípio, não nos torna delirantes nem alucinados. "Ser" depressivo (diferentemente de "estar" deprimido) significa passar, ao longo da vida, por vários episódios de depressão profunda e sofrer de uma constante dificuldade em encontrar a vontade de viver. Pois bem, será que ser depressivo implica (como causa ou como efeito) um erro de percepção e de pensamento?"

"O carro do meu vizinho"
"Tá me fazendo mal: O cara vai e me encosta um puta dum Astra novinho, bem em frente da minha casa... toda vez que olho aquele carro me sinto mal por não ter um."


Veja também