Início‎ > ‎

Depressão da vontade

"Talvez a vontade ou ato volitivo pleno seja o elemento mais adequado para a definição da essência da vida humana no que representa o livre-arbítrio, ou seja, a capacidade de cada indivíduo determinar-se, mesmo em desacordo com suas tendências instintivas e seus hábitos." 
Psicopatologia da vontade: uma revisão

Anedonia é a perda da capacidade de sentir prazer, próprio dos estados gravemente depressivos. Também é encontrada na neurastenia e em alguns tipos de esquizofrenias e no transtorno de personalidade esquizóide.

Estado de abolição da vontade do indivíduo, que sabe o que deve fazer, mas não se decide a fazê-lo, apesar de não existir nenhum empecilhou obstáculo de ordem física. Incapacidade de querer e agi; apatia; falta de capacidade de orientação e coordenação do pensamento e atividade em determinada direção, imposta pelas circunstâncias. Causada por um estado depressivo da personalidade, fatores constitucionais, físicos ou, ainda, psíquicos ligados a sentimentos de culpa, angústia, indecisão ou medo. Pode também ser provocada nos casos em que se estabelece um bloqueio emocional, uma inibição muito acentuada. A abulia é encontrada nas personalidades passivas e em certas doenças, como na esquizofrenia, estados depressivos, bloqueios emocionais, transtornos fóbicos etc.
Leia mais (RedePsi)

Síndrome nolitiva (sem volição, sem vontade) diz respeito a atitude desmotivada e apática. Trata-se de sinônimo da síndrome amotivacional. Trata-se de um conjunto de características de significativo desinteresse associado ao uso abusivo de substâncias psicoativas (drogadicção) que inclui: apatia, perda de afetividade, capacidade diminuída para planejar, para pleitear, para encarregar-se, baixa tolerância à frustrações, concentração muito prejudicada, dificuldade em seguir rotinas e cumprir compromissos.
Leia mais (Psiqweb)

Constelação de características tidas como associadas ao uso de substâncias psicoativas, que inclui apatia, perda de afetividade, capacidade diminuída para encarregar-se de planos complexos ou de longa duração, baixa tolerância à frustração, concentração prejudicada e dificuldade em seguir rotinas. A existência desta condição é controversa. Na literatura de língua inglesa, esta síndrome é conhecida como amotivational.
Leia mais (Universo Autista)




A astenia é caracterizada pela falta de energia e cansaço generalizado sem causa aparente, que acaba por afetar a capacidade do indivíduo em realizar suas tarefas do dia-a-dia, das mais simples as mais complexas.
Leia mais (Portal Educação)

A síndrome da fadiga crônica é o nome mais comum dado a uma enfermidade ou enfermidades variavelmente debilitantes geralmente definidas por fadiga persistente não-relacionada com exercício, não substancialmente aliviada por repouso.

síndrome amotivacional é uma condição psicológica associada à diminuída inspiração para participar em situações sociais e atividades, com lapsos de apatia causada por um evento externo, situação, substância (ou falta de), relacionamento, ou outra causa. 


Não deixe de verProdutos antiastênicos